quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Aos amigos de Portugal

Este artigo é dedicado aos amigos Pedro, Eva, Vera e equipe, cujo trabalho pela Arquitetura em Terra é muito rico e tem valor inestimável.
O melhor material de divulgação que já vi!
http://arquitecturasdeterra.blogspot.com/

Vocês que tão bem me acolheram em Montemor-o-Novo no Encontro Laboratório Habitar Sustentado/Sustentável em 2007, são profissionais magníficos que admiro bastante.

E ao empenho da Dra. Ana Luísa Janeira em proporcionar-me essa oportunidade. Sempre lhe serei grato.
Pena que o tempo disponível para expor meu trabalho foi exíguo, motivo de muita frustração, mas que felizmente temos a oportunidade de corrigir e fazê-lo mais demoradamente e com qualidade aqui.
Apesar da dificuldade financeira, implantamos o CEPA com nossos próprios parcos recursos, alguns avanços inovadores significativos temos obtido:
Por enquanto implantamos a infra-estrutura:
Além de iluminação e telefonia, uma das nascentes abastece de água potável, não somente o CEPA, mas a comunidade a jusante. Já fizemos duas intervenções e faremos a terceira para melhorar ainda mais as condições de abastecimento de água.
A rede de tratamento de esgoto já está instalada e funcional. Utilizamos uma técnica de tratamento com PVC reciclado. E ainda teremos a instalação de um tratamento terciário, quando a qualidade da água lançada no emissário será a mesma da água captada.

De antemão já aviso que essa matéria será um artigo preparado pelo Fábio, assim que ele tiver um tempo disponível.

A Pousada dos Mulungus tem à disposição dos visitantes 2 suítes amplas e confortáveis prontas e 2 em fase de acabamento. A perspectiva isométrica da cobertura em CAD 3D

Cada um de nós fez um dos dois primeiros pinhões para a cobertura hexagonal.


Como afirmei no Encontro em 2007, tenho grande admiração pelo entalhe, arte muito bem dominada pelos nossos ancestrais lusitanos e muita curiosidade em conhecer melhor o assunto.

Por aqui não conheço literatura a respeito de entalhes e suas nomenclaturas.

Nesse sentido o Fábio, o geólogo, herdou bem os dotes ancestrais de artesão em madeira. Aliás, ele é bem melhor que eu em muitas coisas, principalmente quando escreve. É só conferir em http://www.cepa.tur.br/artigos.htm

Verão como eu tenho razão. Meus artigos prediletos são sobre "A Percepção do Tempo".

Em minhas palestras costumo afirmar que na época das navegações, quando uma caravela naufragava a primeira bóia era, com absoluta certeza, a do entalhador, a segunda, talvez do cozinheiro...

O refeitório e salas de múltiplas funções, como espaço para aulas expositivas, estão em fase de acabamento também.

Entretanto, muitos experimentos em inovações técnicas, tais como: taipa de pilão aparente ou revestida, taipa de mão ou de sopapo revestidas, parede hidráulica embutida em taipa de pilão:Uso de concreto com armação em bambu (“bambucreto”):
Uso do eucalipto tratado proveniente de reflorestamento (fixação de carbono):E, outras que estamos programando fazem parte de nosso repertório que expomos em cursos que promovemos regularmente.

Aguarde nosso calendário para 2009.

3 comentários:

Emre disse...

sohbet
chat
sohbet odalari
Thank's

João Fábio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
João Fábio disse...

CORRIGIDO
Estou muito interessado na mistura fibrática e terrosa entre o bambu e a terra massa. Gostaria de saber se existe diferênças de bambu na aplicação e aderência com a terra massa concretada.Fábio Ferrer Brasília